quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

O mal da própria vontade - Admoestações (São Francisco de Assis - FFB 96)

Disse o Senhor a Adão: Pode comer de toda árvore; não comerás, porém, da árvore do bem e do mal (cf. Gn 2,16.17). Podia comer de toda árvore do paraíso, porque, não indo contra a obediência, não pecava. No entanto, come da árvore da ciência do bem aquele que se apropria de sua vontade e se exalta dos bens que o Senhor diz e opera nele; e assim, por sugestão do demônio e pela transgressão do mandamento, veio a existir o pomo da ciência do mal. Por isso, é necessário que sofra o castigo.

Fr. Nivaldo - São Francisco de Assis, orienta os seus irmãos para observar o sentido da vontade própria, e ao mesmo tempo menciona para a verdadeira vontade e obediência, que é a de optar por Cristo, ou seja, seguir os passos do Mestre cada momento de nossa vida. A leitura franciscana do texto é bastante radical, não tem meio termo e, a decisão é meramente de cada um de nós, ou seguimos a nossa vontade, ou asseguramos com zelo e com todo temor de poder perceber em cada coisa a vontade de Deus que faz refletir em cada momento de nossa vida, para isso é preciso estar atento e vigilante na oração.

2 comentários:

  1. Gostaria de corrigir uma parte que citei. Onde está FFB, o correto é FFC

    ResponderExcluir
  2. A citação deve ser FF 98 e não FFB ou FFc

    ResponderExcluir

Deus seja louvado!!!